No EP#02 falamos sobre o auxílio emergencial no processo de reparação dos atingidos e atingidas pela Vale. Conversamos com Lionete Feitosa* e Altino Rodrigues Neto, atingida e atingido dos municípios de Pompéu e Felixlândia, respectivamente. Com Élida Geralda Couto, atingida pela lama invisível de Barão de Cocais.

A mobilização de Élida e da comissão de moradores de Barão de Cocais contribuiu para a conquista de mais um ano do pagamento pela Vale do auxílio emergencial por lá. Esta boa notícia foi resultado de uma audiência que contou com a participação dos atingidos na última segunda-feira (26/10), pós-gravação deste episódio. Por isso atualizamos aqui esta informação.

Contamos ainda com a participação de Daniela Resende, advogada da Assessoria Técnica Independente Nacab. E com Lethicia Reis, advogada popular do Coletivo Margarida Alves.

E temos novidades neste episódio: arte nova, novo formato e duas apresentadoras que abrilhantam e amplificam vozes direto dos territórios.

Ou seja, não dá perder! Pega o fone e vem fazer escuta atenta de Vozes que Vale(m).

Campanha Rompendo a Máscara citada neste episódio: https://atingidospelavale.wordpress.com/2020/10/16/campanha-rompendo-as-mascaras/

*Correção: Lionete Feitosa é atingida de Recanto do Laranjo, do município de Pompéu. E não de Brumadinho como mencionado na gravação.

Produção: Brigadas Populares, Coletivo Margarida Alves e Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale

Edição: A Toca