fbpx

Realizada no dia 25/05/21, a Roda de Debate pelo lançamento do livro “Mulheres Atingidas: Territórios atravessados por megaprojetos”, lançado pelo Instituto Pacs, promoveu um diálogo sobre a estrutura patriarcal e racista dos megaprojetos e os impactos diferenciados vividos pelas mulheres em seus territórios. ✊🏾✊🏿✨

O livro “Mulheres Atingidas: Territórios atravessados por megaprojetos” traz conflitos socioambientais e os impactos específicos vividos por mulheres em contexto de atuação de megaprojetos em cinco estados brasileiros (RJ,MG, PA, MA e PE), além da sistematização de dois casos latino-americanos, um na Guatemala e outro no Haiti.
As violações direcionadas aos corpos-territórios se amparam em estratégias alimentadas pelo mesmo patriarcado que extrai valor sem remuneração das mulheres que cuidam da reprodução de suas famílias. Qualquer esforço que vise a ampliação de direitos no contexto de operação de empresas e megaprojetos precisa sentir-pensar desde esses lugares.
Por isso, reunimos nesse trabalho, totalmente orquestrado por mulheres, um resgate histórico-documental desses territórios e as transformações vividas com a chegada dos megaprojetos.

 

ERRATA

*Na Ficha Técnica ao final do vídeo, os nomes corretos das participantes são: – Ana Luisa Queiroz – Cecília Vieira – Flávia Vieira – Liara Bambirra – Simone Lourenço – Sislene Costa da Silva * O nome correto da ilustradora da publicação é Rachel Gepp (@rachelgepp).