Mais de 100 organizações, movimentos e representantes de comunidades de atingidos pela mineração no país inteiro participaram do seminário “Diferentes Formas de Dizer Não”, com atividades de formação e intercâmbio de experiências que deram certo em limitar ou barrar empreendimentos de exploração de minérios nos territórios.

O evento, que aconteceu em Muriaé, MG, em agosto, foi organizado por uma articulação envolvendo o Comitê Em Defesa dos Territórios Frente a Mineração, a Rede Brasileira de Justiça Ambiental, a Articulação Internacional de Atingidos pela Vale e o MAM – Movimento Pela Soberania Popular na Mineração.