fbpx


483535_505409379519425_648600547_n

Por Nisio

Comentário ao post “Mineração avança na Amazônia brasileira

Riqueza do Solo para uma minoria.

O município de Congonhas a menos de 100 kms de Belo Horizonte, é um exemplo onde as terras estão povoadas pelas mineradoras que convivendo com uma cidade de pobres, degradam seu ambiente, deixando um rastro de poluição e destruição das suas montanhas. Uma inequação onde um lado, temos a fonte de acumulação de capital para uma minoria vivendo longe nos seus paraísos e de outro lado a população de Congonhas suportando a poluição e assistinho o saque da sua riqueza e degradação na natureza. Congonhas e suas periferias, é uma cidade onde as pessoas em sua maioria são pobres vivendo em casas humildes. Enquanto isso o governo do estado reduziu o imposto à Vale de mais de 2 bilhões de reais para 600 milhões de reais com pagamento em 10 anos. As demais  mineradoras também foram agraciadas com a redução dos royaltes em mais de 70%.

Ver: http://http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/a-mineracao-no-municipio-de-congonhas-mg