A Vale desalojou dezenas de famílias de pescadores da Praia do Boqueirão para a construção do Porto Ponta da Madeira, no Maranhão. Eles estavam no local há mais de 200 anos. Reassentados na perifeira de São Luís, eles tiveram seu modo de vida baseado na pesca artezanal destruído, tendo como compensação pífias indenizações, que os coloca em condição de pobreza.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado.
Imagem
Fotos: Marcelo Cruz.