fbpx


Participantes do Seminário “Diferentes Formas de Dizer Não: Experiências de Proibição, Resistência e Restrição à Mineração” escreveram uma moção em defesa da Serra do Brigadeiro.

Mulheres, homens, LGBTTS, crianças, jovens e representantes de povos e comunidades tradicionais, de 15 Estados do país realizaram da construção do documento.

“O “não à mineração” na Serra do Brigadeiro é “o sim” à agroecologia e múltiplos afetos e práticas de uso e ocupação dos territórios que são ambiental, social e culturalmente justas. Baseadas em práticas coletivas, as comunidades reafirmam a íntima relação que nutrem com seus territórios ecossistemas e biodiversidades; e comprovam um potencial produtivo que independe de projetos contaminantes e destruidores de vida, como todos e todas sabem que é a mineração.”

Leia na íntegra: Em Defesa da Serra do Brigadeiro como Territorio Livre de Mineração