No dia 05 de novembro de 2020 completaram cinco anos do rompimento da barragem de Fundão da Samarco/Vale/BHP e para que essa data não seja esquecida foi lançada a campanha Rompendo a Máscara com objetivo de expor a realidade dos impactos do grupo minerário em Minas Gerais. A ação é realizada pelas Brigadas Populares em parceria com a Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale (AIAAV) e apoio da Misereor. Serão produzidos e divulgados até janeiro de 2021, mês que marca os dois anos do rompimento da barragem do Córrego de Feijão, em Brumadinho, 16 materiais informativos com dados coletados nos territórios atingidos de Mariana, Brumadinho e Itabira sobre as atrocidades que as mineradoras vem realizando contrapondo os valores de atuação divulgados pela empresa.

Data: 05/11/2020
Local: Mariana, Brumadinho e Itabira
Créditos: Cards produzidos pelas Brigadas Populares