fbpx

Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale


Após meses de sistematização de informações, checagens, revisões e tratamento gráfico dos dados, a Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale lança hoje, 30/04, o Relatório de Insustentabilidade da Vale 2021.

A publicação, também chamada de relatório espelho, confronta e desconstrói, com dados, as informações divulgadas pela Vale em seu Relatório de Sustentabilidade, que a empresa publica anualmente e por meio do qual procura divulgar aos seus acionistas e para a sociedade em geral sua suposta responsabilidade socioambiental.

Destaques do relatório

Entre os pontos críticos do relatório espelho de 2021, a Articulação destaca:

– a explosão de casos de contaminação por Covid-19 nos territórios onde a Vale atua, desrespeitando normas sanitárias e expondo funcionários e populações locais ao adoecimento;

– a saída da empresa de territórios que explorou por anos, deixando para trás impactos socioambientais, dívidas e violências nunca reparadas;

– a estratégia de terceirização massiva usada pela transnacional para ampliar lucros à custa da precarização da vida dos trabalhadores;

– o racismo da empresa, que elege territórios de populações negras e originárias para instalar suas operações altamente poluentes e devastadoras.

O Relatório de Insustentabilidade da Vale 2021 está disponível para download no site da Articulação. A publicação é uma ferramenta de memória, denúncia e luta produzida por milhares de pessoas que, todos os dias, se negam a normalizar os saques e violências da mineradora.

História

O Relatório de insustentabilidade da Vale é periódico, e este ano chega à sua quarta edição. As três anteriores foram lançadas em 2010, 2012 e 2015.

O relatório de 2010 era chamado de “Dossiê dos impactos da Vale no mundo”, e foi uma peça fundamental naquele ano para viabilizar a articulação de grupos, movimentos sociais, ONGs, além de comunidades e trabalhadores impactados pelas operações da Vale ao redor do mundo.

A partir da organização do relatório em 2010 é que se decidiu pela criação da Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale.

Podcast

Também hoje (30/04) será lançado o sétimo episódio do podcast Vozes que Vale(M)!, produzido pela Articulação. Nessa edição especial sobre o Relatório de Insustentabilidade da Vale 2021, foram entrevistadas as pesquisadoras Karina Kato e Jéssica Siviero, responsáveis pela sistematização dos dados do relatório e coordenação da diagramação, além de Antonio Sinalo, ativista independente de Moatize, Moçambique, que luta pelos direitos das pessoas afetadas pela transnacional naquele país.

O podcast estará  disponível no site da Articulação.

Live

No próximo dia 05/05, às 16hs, acontecerá a live de lançamento do relatório, com a participação de lideranças de territórios impactados pela mineradora [nomes a confirmar] e das pesquisadoras Karina Kato e Jéssica Siviero, apresentando detalhes e destaques da publicação. A transmissão acontecerá no YouTube da Articulação: www.youtube.com/atingidospelavale