fbpx

Por Rádio Muriaé


Dezenas de manifestantes se reuniram nesta terça-feira (13) na Praça do Trabalhador, no bairro da Barra para protestarem.

O motivo do protesto é sobre a extração de minérios na região que compõe a Serra do Brigadeiro.

A manifestação faz parte de uma programação de um seminário que acontece no Cefas desde segunda-feira (12).

Dentre os manifestantes estavam ativistas do Partido dos Trabalhadores (PT), professores do IF Sudeste e integrantes do Movimento pela Soberania Popular da Mineração (MAM).

De acordo com o coordenador estadual da MAM, Luiz Paulo Guimarães, o objetivo do movimento é alertar a população sobre os riscos que a mineração causa nos lugares onde acontece a extração. “Nossa mineração segue uma lógica colonial. Nossos minérios vão e a pobreza fica. Um modelo de exploração que não tem nada a oferecer para o país”, afirmou Luiz Paulo.

Entre os manifestantes estava o Frei Gilberto de Belisário. Um dos ativistas que luta contra a exploração de minérios no distrito, sendo até ameaçado de morte em 2017 por manter um posicionamento de preservação do meio ambiente e a agricultura familiar.

Leia a matéria na íntegra no portal da Rádio Muriaé.